Constituição para Jovens

 

O ensino da cidadania para os nossos jovens ganhou um novo componente, com a publicação, pelo Senado Federal em parceria com a Associação Brasileira das Escolas do Legislativo e de Contas (ABEL) e com a Câmara Municipal de Pouso Alegre da Constituição em Miúdos, que traz parte do conteúdo da Carta Magna em linguagem acessível às crianças de ensino fundamental.

É possível baixar a publicação através do link: Constituição em Miúdos.

 

Essa iniciativa vem a somar com uma outra, do advogado Felipe Neves criador do projeto "Constituição nas Escolas", que oferece aulas de direito a alunos do ensino médio de escolas públicas. O projeto visa esclarecer quais são as obrigações e direitos do cidadão brasileiro perante a sociedade e passar os principais conceitos da Constituição Brasileira – das garantias individuais até a organização da administração pública.

Em 2016 Felipe Neves foi premiado como um dos 20 brasileiros no Young Leaders of the Americas Initiative. Uma iniciativa norte americana que escolhe 250 jovens da América Latina e Caribe que desenvolveram propostas inovadoras para problemas sociais (Fonte: Época Negócios).

Veja também

Projeto Politeia: iniciativa que busca proporcionar aos estudantes universitários o aprendizado prático das atividades legislativas na Câmara dos Deputados

Parlamento Jovem: direcionado a estudantes do 2º ou 3º ano do ensino médio ou do 2º, 3º ou 4º ano do ensino técnico, na modalidade integrada ao ensino médio, com idades entre 16 e 22 anos, que simula uma sessão plenária na Câmara dos Deputados, onde os jovens devem aprovar projetos de lei apresentados por eles mesmos

 

 

A Política e suas InterfacesEducação e Política → Constituição para Jovens