Bibliografia sobre Paulo Freire

Bibliografia Primária

 

FREIRE, Paulo. A educação na cidade. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2000.

____. A Importância do ato de ler: em três artigos que se completam. São Paulo: Autores Associados; Cortez, 1982.

____. À Sombra desta mangueira. São Paulo: Olho d'Água, 1995.

____. Ação Cultural para Liberdade e Outros Escritos. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1976.

____. Cartas a Cristina: Reflexões sobre minha vida e minha práxis. São Paulo: Paz e Terra, 1994.

____. Cartas à Guiné-Bissau: registros de uma experiência em processo. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1977.

____. Conscientização – teoria e prática da libertação. São Paulo: Cortez & Moraes, 1980.

____. Concientización: teoria y pratica de la liberación. Buenos Aires: Ed. Busqueda, 1974.

____. Educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1967.

____. Educação e atualidade brasileira. São Paulo: Cortez, 2001. (original de 1959 - Tese de concurso para a cadeira de história e filosofia da educação na Escola de Belas Artes de Pernambuco).

____. Educação e Mudança. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1981.

____. Educação na cidade. São Paulo: Cortez Editora, 1991.

____. Educação: o sonho possível. In: BRANDÃO, Carlos Rodrigues (org.). O educador: vida e morte. 2. ed. Rio de Janeiro: Graal, 1982, p.89-101.

____. Extensão ou comunicação? Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1971.

____. Ideologia e educação: reflexões sobre a não neutralidade da educação. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1981.

____. La educación como práctica de la libertad. México: Siglo XXI Editores, 1976.

____. Las iglesias, la educación y el proceso de liberación humana em la historia. Buenos Aires: Ed. La Aurora, 1974.

____. Os cristãos e a libertação dos oprimidos. Lisboa: Edições BASE, 1978.

____. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996. (Coleção Leitura).

____. Pedagogía de la autonomía. México: Siglo XXI Editores, 1997.

____. Pedagogia da Esperanca: reencontro com a Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

____. Pedagogia da Indignação: cartas pedagógicas e outros escritos. São Paulo: Ed. UNESP, 2000.

____. Pedagogía de la indignación. Madrid: Editorial Morata, 2001.

____. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1974.

____. Pedagogia do Oprimido. 31. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

____. Pedagogía del Oprimido. México: Siglo XXI Editores, 1997.

____. Pedagogia dos Sonhos Possíveis. São Paulo: Editora Unesp, 2001.

____. Politica e Educacao. São Paulo: Cortez, 1993.

____. Política y Educación. México: Siglo XXI Editores, 1997.

____. Professora sim, Tia não: cartas a quem ousa ensinar. São Paulo: Olho D’Água, 1992.

____. Uma educação para a liberdade. Porto, Portugal: Textos Marginais, 1974.

____. Virtudes do Educador. São Paulo: Vereda- Centro de estudos em educação, 1982.

 

Obras de Paulo Freire em coautoria

____; [et. al]. Cuidado escola! 6. ed. São Paulo: Brasiliense, 1986.

____; [et. al.]. Pedagogia: dialogo y conflicto. Buenos Aires: Ediciones cinco, 1987.

____; [et. al.]. Vivendo e aprendendo: experiências do Idac em educação popular. São Paulo, 1980.

____; BETTO, F. Essa escola chamada vida: depoimentos ao repórter Ricardo Kotscho. São Paulo: Ática, 1985.

____; D’ANTOLA, A. Disciplina na escola: autoridade versus autoritarismo. São Paulo: EPU, 1989.

____; DAMASCENO, A.; ARELARO, L. Educação como ato político partidário. São Paulo: Cortez, 1989.

____; FAUNDEZ, A. Por uma pedagogia da pergunta. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1985.

____; GADOTTI, Moacir; GUIMARÃES, Sérgio. Pedagogia: diálogo e conflito. 4. ed. São Paulo: Cortez, 1995.

____; GUIMARÃES, S. Aprendendo com a própria História. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

____; GUIMARÃES. S. Sobre educação (diálogos). v. 1. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982.

____; HORTON, M. We make the road by walking: conversations on education and social changes. Philadelphia: Temple University Press, 1990.

____. HORTON, M. O caminho se faz caminhando: conversas sobre educação e mudança social. Petrópolis: Vozes, 2003.

____; ILLICH, I.; FURTER, P. Educación para el cambio social. (Introdução de Julio Barreiro) Buenos Aires: Tierra Nueva, 1974.

____; MACEDO, D. Literacy: reading the word and the word. Mass.: Bergin Garvey, 1987.

____; MACEDO, Donaldo. Alfabetização: leitura do mundo, leitura da palavra. São Paulo: Paz e Terra, 1990.

____; NOGUEIRA, A; MAZZA D. Fazer a escola conhecendo a vida. 6. ed. Campinas, SP: Papiros, 1995.

____; NOGUEIRA, A.; MAZZA, D. (org.). Na escola que fazemos...: uma reflexão interdisciplinar em educação popular. Petrópolis: Vozes, 1988.

____; NOGUEIRA, Adriano. Que fazer: teoria e prática da educação popular. Petrópolis, RJ: Vozes, 1989.

____; QUIROGA, A. P., OLIVEIRA, M. D. et alii. El proceso educativo según Paulo Freire e Enrique Pichon-Rivière. Buenos Aires: Cinco, 1986.

____; SHOR, Ira. Medo e Ousadia. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

 

Bibliografia Secundária em Português

AGUIRRE, Juan Samuel Escobar. Paulo Freire: outra pedagogia política. Madrid: Complutense, 1990.

APLE, M.; NÓVOA, A (orgs.). Paulo Freire: política e pedagogia. Portugal: Porto, 1998.

BARREIRO, Júlio. Educação popular e conscientização. Petrópolis, RJ: Vozes, 1980.

BARRETO, J. C. Educação na visão de Paulo Freire. São Paulo: Vereda- Centro de Estudos em Educação, 1986.

BARRETO, V. Paulo Freire para educadores. São Paulo: Arte e Ciência, 1998.

BEISIEGEL, Celso de Rui. Estado e educação popular: um estudo sobre a educação de adultos. São Paulo: Pioneira, 1974.

____. Paulo Freire. Recife: Fundação Joaquim Nabuco, Editora Massangana, 2010. (Coleção Educadores).

____. Política e Educação Popular (A Teoria e a Prática de Paulo Freire no Brasil). São Paulo: Ática, 1989.

BLOIS, Marle Montezi. Reencontros com Paulo Freire e seus amigos. Rio de Janeiro: UFF/IPF, 2005.

BOAL, Augusto. Teatro do oprimido e outras poéticas políticas. 7ª ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005.

BRANDÃO, Carlos R. A questão política da educação popular. 4. ed. São Paulo: Brasiliense, 1984.

____. A educação popular na escola cidadã. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

____. Paulo Freire: o menino que lia o mundo – uma história de pessoas, de letras e de palavras. São Paulo: Unesp, 2005.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues (org.). O que é método Paulo Freire. São Paulo: Brasiliense, 1981.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues (org.). O educador: vida e morte. 2. ed. Rio de Janeiro: Graal, 1982,

BRUTSCHER, Volmir José. Educação e conhecimento em Paulo Freire. Passo Fundo: Ifibe/IPF, 2005.

CABRAL, G. Paulo Freire e a justiça social. Petrópolis: Vozes, 1984.

CALDART, R. S.; KOLLING, E. J. Paulo Freire: um educador do povo. Veranópolis; RS: MST, 2001.

CENTRO PAULO FREIRE. Um olhar sobre Paulo Freire a partir da realidade cultural do Nordeste brasileiro. Recife: Nupep, 2000.

CINTRA, Elizeu Benedito Leite. Paulo Freire: entre o grego e o semita: educação, filosofia e comunhão. Porto Alegre: EDPUCRS.

CORTESÃO, L. et. al. Revisitando Paulo Freire: sentidos na educação. Porto, Portugal: Asa, 2001.

CORTESÃO, Luiza (org.). Diálogos através de Paulo Freire. Porto: IPFP, 2004.

CUNHA, Diana A. As utopias na educação: ensaio sobre as propostas de Paulo Freire. São Paulo: Paz e Terra, 1985

DANKE, Ilda Righi. O processo de conhecimento na pedagogia da libertação: as idéias de Freire, Fiori e Dussel. Petrópolis: Vozes, 1985

DARCY DE OLIVEIRA, Rosiska; DOMINICÉ, Pierre. Ivan Illich e Paulo Freire: a opressão da pedagogia, a pedagogia dos oprimidos. Lisboa: Sá da Costa, 1977.

DE FÁVERI, José Ernesto. Filosofia da educação: o ensino da filosofia na perspectiva freireana. Petrópolis: Vozes, 2005.

FÁVERO, M. L. A.; BRITTO, J. M. (orgs.) Dicionário de educadores no Brasil: da colônia aos dias atuais. Rio de Janeiro: Editora UFRJ/MEC-Inep-Comped, 2002.

FERNANDES, Calazans; TERRA, Antonia. 40 horas de esperança – O método Paulo Freire: política e pedagogia na experiência de Angicos. São Paulo: Ática, 1994.

FREIRE, Ana Maria Araújo. Paulo freire: uma história de vida. Indaiatuba: Villa Das Letras, 2006.

FREIRE, A M. A et. al. Pedagogia da Libertação em Paulo Freire. São Paulo: UNESP, 2001.

FREIRE, Ana Maria A. (org). Pedagogia dos sonhos possíveis. São Paulo: UNESP, 2001.

____. Pedagogia da Tolerância. São Paulo: UNESP, 2004.

FREITAS, Ana Lúcia. Pedagogia da Conscientização: um legado de Paulo Freire à formação de professores. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2001.

GADOTTI, Moacir. Convite à leitura de Paulo Freire. São Paulo: Scipione, 1991.

____ (org.). Paulo freire: uma biobibliografia. São Paulo: Cortez – Instituto Paulo Freire, 1996.

GADOTTI, M.; TORRES, G. Educação popular: utopia latino-americana. São Paulo: Cortez/EDUSP, 1994.

GADOTTI, Moacir. 40 olhares sobre os 40 anos da Pedagogia do Oprimido. São Paulo: Editora Instituto Paulo Freire, 2008.

GADOTTI, Moacir. Um legado de esperança. São Paulo: Cortez, 2001.

GADOTTI, Moacir; LEONARD, Peter; McLAREN Peter e (org.). Paulo Freire: poder, desejo e memórias da libertação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

GARCIA, O. G. (org.). Poetizando Paulo Freire. São Paulo: SME, 2002.

GHIGGI, Gomercindo; KNEIP, Temo. Implicações antropológicas na filosofia da educação de Paulo Freire. Pelotas: Seiva, 2004.

GHIGGI, Gomercindo. A pedagogia da autoridade a serviço da liberdade: diálogos com Paulo Freire e professores em formação. Pelotas: Seiva, 2002.

HERNANDEZ, Isabel. Educação e sociedade indígena: uma aplicação bilíngüe do método Paulo Freire. São Paulo: Cortez, 1981.

HUMBERT, Colette. Conscientização: a experiência e a investigação de Paulo Freire. Lisboa: Moraes, 1976.

JORGE, J. Simões. Sem ódio nem violência: a perspectiva da libertação segundo Paulo Freire. São Paulo: Loyola, 1979.

JORGE, J. Simões. A Ideologia de Paulo Freire. São Paulo: Loyola, 1979.

KREIMER, Samuel. Evangelho segundo Paulo Freire. Rio de Janeiro: Senai, 2002.

LIMA, Licínio C. Organização escolar e democracia radical – Paulo Freire e a governação democrática da escola pública. São Paulo: Cortez, 2002.

LINHARES, Célia e TRINDADE, Maria de Nazaret (orgs.). Compartilhando o mundo com Paulo Freire. São Paulo: Cortez/IPF, 2003.

LYRA, C. As quarenta horas de Angicos: uma experiência pioneira de educação. São Paulo: Cortez Editora, 1996.

MACEDO, Eunice, [et al.]. Revisitando Paulo Freire: sentidos na educação. Porto: ASA, 2001.

MANFREDI, Sílvia Maria. Política e educação popular: experiência de alfabetização no Brasil com o método Paulo Freire – 1960/1964. São Paulo: Cortez/Autores Associados, 1981.

MARTINS, Bruno. Oprimidos da Pedagogia: de Paulo Freire à educação democrática. São Paulo: Nibelungo, 2014.

MENDONÇA, Nelino Azevedo de. Pedagogia da Humanização – A pedagogia humanista de Paulo Freire. São Paulo: Paulus, 2008.

MOURA, Manuel. Pensamento de Paulo Freire: uma revolução na educação. Lisboa: Multinova, 1978.

NOGUEIRA, Adriano; GERALDI, João (orgs.). Paulo Freire: trabalho, comentário, reflexão. Petrópolis: Vozes, 1990.

OLIVEIRA, Edna Castro de; PIRES, Marlene de Fátima C.; VENTURIM, Silvana, (orgs.). Paulo Freire: a práxis político pedagógica do educador. Vitória: Edufes, 2000.

OLIVEIRA, Ivanilde Apoluceno de. Leituras frereanas sobre educação. São Paulo: Unesp, 2004.

PAIVA, Vanilda Pereira. Educação popular e educação de adultos. 4. ed. São Paulo: Loyola, 1987.

____. Paulo Freire e o Nacionalismo-Desenvolvimentista. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1980.

PASSETTI, Edson. Conversa libertária com Paulo Freire. São Paulo: Imaginário, 1998.

PELANDRÉ, Nilcéa Lemos. Ensinar e aprender com Paulo Freire: 40 horas, 40 anos depois. São Paulo: Cortez/IPF, 2002.

PITANO, Sandro de Castro. Educação e política em J-J Rousseau e Paulo Freire: a questão da desigualdade social. Pelotas: Seiva, 2004.

ROMÃO, José Eustáquio. Pedagogia dialógica. São Paulo: Cortez/IPF, 2002.

ROSAS, P. (org.) Paulo Freire: educação e transformação social. Recife: Ed. Universitária/UFPE.

SANTOS, Aparecida de Fátima Tiradentes dos. Desigualdade social e dualidade escolar: conhecimento e poder em Paulo Freire e Gramsci. Petrópolis: Vozes, 2000.

SAUL, Ana Maria (org.). Paulo Freire e a formação de educadores: múltiplos olhares. São Paulo: Articulação Universidade/Escola, 2000.

SCHMIED-KOWARZIK, Wolfdietrich. Pedagogia dialética: de Aristóteles a Paulo Freire. São Paulo: Brasiliense, 1983.

SCHIPANI, Daniel S. Paulo Freire: educador Cristiano. Grand Rapids, Libros Desafio, 2002.

SCOCUGLIA, Afonso Celso. A história das idéias de Paulo Freire e a atual crise de paradigmas. João Pessoa: Editora Universitária – UFPB, 1997.

____. Histórias inéditas da educação popular: do sistema Paulo Freire aos IPMs da ditadura. São Paulo: Cortez, 2000.

SCOCUGLIA, Afonso Celso (org.). Paulo Freire na histórica da educação do tempo presente. Porto: Afrontamento, 2006.

SCOCUGLIA, A. C.; MELO NETO, José F. Educação popular: outros caminhos. João Pessoa: Editora UFPB, 1999.

SOUZA, Ana Inês (org.). Paulo Freire: vida e obra. 2. ed. São Paulo: Expressão Popular, 2010.

SOUZA, João Francisco de. Atualidade de Paulo Freire: contribuição ao debate sobre a educação na diversidade cultural. São Paulo: Cortez/IPF, 2002.

STRECK, Danilo R. [et. al.]. Paulo Freire: Ética, Utopia e Educação. 8. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008.

STRECK, D. R. Pedagogia no encontro de tempos: Ensaios inspirados em Paulo Freire. Petrópolis, RJ: Vozes, 2001.

TORRES, Carlos Alberto. A Práxis Educativa de Paulo Freire. São Paulo: Loyola, 1979.

____. Leitura Crítica de Paulo Freire. São Paulo: Loyola, 1981.

____. Pedagogia da Luta: da Pedagogia do Oprimido à Escola Pública Popular. Campinas: Papirus, 1997.

____. Consciência e história: a práxis educativa de Paulo Freire. São Paulo: Loyola, 1979.

____. Diálogo com Paulo Freire. São Paulo: Loyola, 2001.

TORRES, C. A. (org.). Um encontro com Paulo Freire. São Paulo: Loyola, 1987.

TORRES, Carlos Alberto; O’CADIZ, Maria Del Pilar e WONG, Pia Lindquist. Educação e democracia: a práxis de Paulo Freire em São Paulo. São Paulo: Cortez/IPF, 2002.

VALE, Ana Maria do. Diálogo e conflito: a presença do pensamento de Paulo Freire na formação do sindicalismo docente. São Paulo: Cortez/IPF/Uern, 2002.

VANNUCCHI, Aldo (org.). Paulo Freire ao vivo. São Paulo: Loyola, 1983.

WEFFORT, F. C. Educação e política. In: FREIRE, P. Educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1967.

ZITKOSKY, Jaime José. Horizontes da (re)fundamentação em educação popular: diálogos entre Freire e Habermas. Frederico Westphalen: URI, 2000.

 

Bibliografia Secundária em Outras Línguas

BAMBOZZI, Enrique. Pedagogia latinoamericana: teoría y praxis en Paulo Freire. Córdoba: Editorial Universitaria, 2000.

CABRERA, Onavis. Paulo Freire: su pensamiento y el paradigma de la impugnación. Santo Domingo: Uasd, 2004.

COBEN, Diana. Gramsci y Freire, héroes radicales: políticas em educación de adultos. Buenos Aires: Miño y Dávila, 2001.

GUARDAS, Pep Aparício (org.). Sendas de Freire: opresiones, resistências y emancipaciones em un nuevo paradigma de vida. Valencia: Crec/IPFE, 2006.

LENS, José Luís. Paulo Freire: su práxis pedagógica como sistema. Tandil: Nees/IPF, 2001.

MONCLÚS, Antonio. Pedagogia de la contradicción: Paulo Freire. Barcelona: Anthropos, 1988.

TORRES, Carlos Alberto (org.). Paulo Freire y la agenda de la educación latino-americana en el siglo XXI. Buenos Aires: Clacso, 2001.

WILLIAMSON C, Guillermo. Paulo Freire, educador para una nueva civiliazación. Temuco: Universidad de La Frontera, 2000.

 

Filosofia PolíticaFilósofos BrasileirosPaulo Freire → Bibliografia sobre Paulo Freire

 

O Instituto Paulo Freire mantém um acervo com uma infinidade de materiais sobre o educador Paulo Freire. Uma base de dados bibliográfica que disponibiliza ao público o catálogo completo, para pesquisa, de todos os livros lidos, consultados ou recebidos por Paulo Freire, que atualmente compõem sua biblioteca física no Centro de Referência Paulo Freire e um Repositório Digital que foi constituído com a missão de armazenar, preservar, estimular, disseminar e compartilhar a produção intelectual do educador Paulo Freire. Acesse o acervo e a biblioteca através do link: www.paulofreire.org/.

O Centro de Referência Paulo Freire disponibiliza uma série de documentos e informações sobre Paulo Freire, inclusive para fazer o download gratuito, desde livros, artigos, correspondências, até vídeos de conferências e seminários realizados por Paulo Freire. Vale a pena conferir.