Nova edição do Projeto Politeia tem início na Câmara dos Deputados

Estudantes universitários se reúnem na Câmara dos Deputados entre os dias 17 e 21 de julho para participar da 12ª edição do Politeia, iniciativa que busca proporcionar aos participantes o aprendizado prático das atividades legislativas. A edição deste ano tem a participação de 196 estudantes. O programa é promovido pela Universidade de Brasília (UnB), por meio do Instituto de Ciência Política (Ipol), em parceria com a Câmara.

Durante a simulação, 141 estudantes vão atuar como se fossem deputados, vinculados a partidos políticos existentes. Dessa forma, vão discutir e votar, em comissões temáticas e no Plenário, projetos de lei elaborados por eles, reproduzindo o trabalho realizado pelos deputados de fato. Com o propósito de tornar mais próxima da realidade a simulação dos estudantes-parlamentares, o evento contará com a participação de secretários de comissões e de profissionais da Consultoria Legislativa e da Secretaria-Geral da Mesa da Câmara durante os trabalhos.

Entre os demais participantes do programa, 40 atuam na organização do evento e 15 farão a cobertura jornalística dos debates e votações.

Mais de cem jovens de todas as regiões do Brasil simularam a rotina de parlamentares, na Câmara dos Deputados, e puderam elaborar, discutir e votar projetos de lei. Eles participaram na semana passada do Politeia, um programa de extensão da Universidade de Brasília (UnB), em parceria com a Câmara, que tem como objetivo promover experiências práticas do processo político brasileiro.

João Becker, deputado do Politeia e estudante de licenciatura em educação física, teve uma proposta sobre educação aprovada por unanimidade nas comissões e destacou a importância de que mais jovens participem de discussões como as que aconteceram no evento. “É uma iniciativa muito boa, para que a gente possa se aproximar do processo legislativo e parar de ficar na zona de conforto, falando mal dos parlamentares e da política, sem buscar melhorias”, comentou.

Esta foi a 12ª edição do Politeia. Além dos jovens que participaram da simulação como deputados, quinze trabalharam como jornalistas. Outros membros auxiliaram nas comissões e na Mesa Diretora como secretários. No total, participaram 156 estudantes.

Processo legislativo
Mariana Bitencourt, coordenadora de Comunicação nesta edição do projeto, acredita que o principal objetivo do Politeia é dar ao aluno, seja da graduação ou do mestrado, a oportunidade de entender o processo legislativo. “São regras complexas, é um vocabulário difícil de entender. Então, aqui, a gente coloca em prática como funciona o Congresso”, destacou.

A coordenadora também ressaltou que, nesta edição, houve uma participação maior de mulheres na organização, no Parlamento e nas lideranças.

O estudante Juan Carlos, que foi o presidente da Câmara na simulação, salientou a importância dos textos discutidos com os colegas. “Foram pautas que estão na vida legislativa real. Creio que o Politeia sirva até como embasamento do que a juventude quer para o seu futuro.”

 

 

via Agência Câmara de Notícias

 

Ciências PolíticasPoder e SoberaniaPoder Legislativo → Nova edição do Projeto Politeia tem início na Câmara dos Deputados

Array