MCTIC e Ministério da Saúde firmam parceria para integrar o SUS em todo o Brasil

MCTIC e Ministério da Saúde firmam parceria para integrar o SUS em todo o Brasil

Proposta busca melhorar a gestão da saúde pública, gerando uma economia de recursos que serão reaplicados na área. "Essa parceria possibilitará aumentar a eficiência e efetividade dos serviços de saúde no país", disse Kassab.

 

 

Crédito: Ascom/MCTIC

 

Os ministros da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, e da Saúde, Ricardo Barros, assinaram nesta quinta-feira (10) acordo de cooperação para estimular o desenvolvimento de novas soluções de tecnologias da informação e comunicação (TICs) para a saúde. O ato foi realizado no Palácio do Planalto, durante reunião do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia (CCT) com a presença do presidente Michel Temer.

Segundo o ministro Gilberto Kassab, a parceria será o ponto de partida para a melhoria dos serviços de saúde prestados à população. As ações podem incluir, por exemplo, o desenvolvimento de uma plataforma para integrar todos os prontuários de atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS) – nos âmbitos municipal, estadual e federal – e a qualificação de profissionais.

"O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações tem consciência de sua responsabilidade em possibilitar avanços de outras áreas da sociedade brasileira com o desenvolvimento da ciência e tecnologia. Por isso, a parceria com o Ministério da Saúde é tão importante. Ela vai promover a integração plena do SUS, por meio do desenvolvimento de novas soluções de tecnologias da informação e comunicação, capazes de melhorar a qualidade dos serviços públicos de saúde no país", afirmou.

O ministro Ricardo Barros acredita que a adoção de TICs será uma importante ferramenta para otimizar o gasto público. Os recursos economizados com as novas tecnologias poderão ser reaplicados na saúde. "Há uma expectativa de economia muito grande, os recursos da saúde serão otimizados. Nós podemos fazer, a partir dessa informação disponível, o planejamento e a gestão de forma mais eficaz. A economia que poderemos fazer será reaplicada em mais recursos para a saúde", ressaltou.

Como funciona

A parceria busca estimular projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação para alcançar resultados científicos, tecnológicos e socioeconômicos de impacto para o Brasil. O objetivo é ampliar o controle das informações por meio de sistemas digitais, em busca da oferta de um serviço de qualidade com foco na gestão dos recursos de saúde em tempo real e na transparência para o cidadão. O acordo de cooperação prevê que o programa de pesquisas terá editais próprios, que serão abertos a entidades e especialistas. Os temas a serem pesquisados serão definidos por um grupo de trabalho com representantes do MCTIC e do Ministério da Saúde.

As pesquisas desenvolvidas no âmbito do programa deverão ser testadas em escala-piloto para garantir que as soluções se adequem à realidade brasileira. Nesta etapa, a implementação das propostas deverá ser feita de maneira integrada entre as esferas de governo, de modo que os benefícios cheguem ao cidadão.

"Com tudo isso, pretendemos dar mais um passo no aumento da eficiência e efetividade dos serviços de saúde no Brasil, com o uso de tecnologia, que sempre nos permite fazer mais e melhor", enfatizou o ministro Gilberto Kassab.

 

via MCTIC

 

Ciência PolíticaPolíticas PúblicasPolíticas Públicas de Saúde → MCTIC e Ministério da Saúde firmam parceria para integrar o SUS em todo o Brasil